Tue Aug 4, 2009, 1300 words, read in about 6 mins.
behaviour

Tradução do texto Maker’s Schedule, Manager’s Schedule do Paul Graham. A tradução não é 100% fiel ao texto original. Procurei adequar o texto à nossa cultura para melhor compreensão. Alguns termos e frases poderiam ter tradução estranha ou ambígua, portanto tentei utilizar os termos que melhor se adequavam ao contexto.

Nota do tradutor: O termo Maker utilizado no original significa aquele que faz e de forma abrangente é aquele que inventivamente e criativamente faz uma tarefa que exige grande concentração. Por falta de um termos mais adequado ao significado abrangente, utilizei aqui o palavra Criador, sem conotações religiosas, como aquele que precisa inventar ou criar soluções, textos, algoritmos, ou qualquer outro tipo de trabalho criativo e que exige inspiração.


Agenda dos Criadores, Agenda dos Administradores

Uma razão pelo qual os criadores não gostam muito de reuniões é que eles estão num ritmo diferente das outras pessoas. Reuniões lhes custam mais.

Existem dois tipos de horário, as quais eu chamarei de horário do administrador e horário do criador. O horário do administrador é para chefes. Ele está consubstanciado no tradicional livro de compromissos, com cada dia sendo cortado em intervalos de uma hora. Pode-se bloquear diversas horas para uma única tarefa, se necessitar, mas por padrão muda-se o que está fazendo a cada hora.

Quando você utiliza o tempo desta forma, é meramente um problema prático encontrar-se com alguém. Encontrar um horário vago em sua agenda, reservá-lo, e pronto.

A maioria das pessoas poderosas estão no horário do administrador. É o horário do comando. Mas há outra forma de utilizar o tempo que é comum entre pessoas que criam coisas, como programadores ou escritores. Geralmente eles preferem utilizar o tempo em unidades de meio-período, pelo menos. Você não pode escrever ou programar bem em unidades de hora. Isto mal é tempo suficiente para começar.

Quando se está operando no horário do criador, reuniões são um desastre. Uma única reunião pode acabar com a tarde toda por quebrá-la em dois pedaços sendo cada uma muito pequena para fazer algo complexo. Além disso você deve lembrar de ir à reunião. Isto não é problema para alguém no horário do administrador. Sempre há algo diferente ocorrendo na próxima hora; a única questão é o quê. Mas quando algum criador tem uma reunião, ele deve raciocinar a respeito desta.

Para o criador, ter uma reunião é como lançar uma exceção. Ele não só meramente faz você alternar de uma tarefa à outra; ele muda a forma na qual você trabalha.

Eu percebo que uma reunião afeta o dia todo. Uma reunião normalmente acaba com no mínimo metade do dia, por quebrar uma manhã ou uma tarde. Além disto há eventualmente um efeito cascata. Se sei que a tarde será quebrada, é ligeiramente menos provável que inicie algo ambicioso na manhã. Sei que isto pode soar hipersensível, mas se você é um criador, pense em seu próprio caso. Você não acorda pela manhã com o pensamento de que terá o dia todo livre para trabalhar, com nenhuma reunião marcada? Bem, isso significa que você ficará igualmente deprimido quando do contrário. E projetos ambiciosos são por definição próximos do limite de sua capacidade. Uma pequena redução na moral é suficiente para matá-los.

Cada tipo de horário funciona bem por si só. Problemas surgem quando os tipos se encontram. Como a maioria dos poderosos operam no horário do administrador, eles estão na posição para fazer todos ressoarem em sua frequência, caso queiram. Mas os mais espertos restringem-se, se souberem que algumas das pessoas trabalhando para eles precisam de longos períodos contíguos de tempo para trabalhar.

Nosso caso é um pouco incomum. Quase todos os investidores, incluindo todos os VCs que conheço, operam no horário do administrador. Mas a Y Combinator funciona no horário do criador. Rtm, Trevor e eu o fazemos porque sempre fizemos, e Jessica faz também, principalmente, porque ela está em sincronia conosco.

Eu não ficaria surpreso se mais empresas começassem a ser como nós. Suspeito que os fundadores podem ser cada vez mais capazes de resistir, ou ao menos procrastinar, a sua própria transformação em gerentes, assim como à poucas décadas atrás eles passaram a ser capazes de resistir à troca do jeans pelos ternos.

Como nós fazemos para aconselhar muitas startups a utilizar o horário do criador? Utilizamos a ferramenta clássica para simular o horário do administrador dentro do horário do criador: horas de escritório. Diversas vezes por semana eu separo algumas horas para me encontrar com os fundadores que nós financiamos. Estas horas estão no final do meu dia de trabalho. Também escrevi um programa de assinaturas que garante que todos os compromissos dentro de um dado conjunto de horas do escritório estão agregados no final. Como elas vêm ao final do meu dia, reuniões nunca são uma interrupção. (A menos que o expediente deles termine ao mesmo tempo que o meu, a reunião presumidamente interromperá o deles, mas desde que eles criaram o compromisso isto deve valer a pena para eles). Durante períodos ocupados, as horas de escritório geralmente ficam longas o suficiente ao ponto de comprimir o dia, mas elas nunca o interrompem.

Quando nós estávamos trabalhando em nossa própria startup, na década de 90, evoluí outro truque para particionamento do dia. Eu costumava programar do jantar até cerca de 3 horas da manhã todos os dias, porque durante a noite ninguém poderia me interromper. Então eu dormia até cerca das 11 horas da manhã, e vinha e trabalhava até o jantar no que eu chamava de “negócios”. Eu nunca pensei nestes termos, mas em efeito eu tinha dois expedientes por dia, um no horário do administrador e um no horário do criador.

Quando se está operando no horário do administrador você pode fazer algo que você nunca quer fazer no horário do criador: você pode ter reuniões especulativas. Você pode encontrar alguém somente para se conhecerem. Se você tem um espaço vazio em sua agenda, porque não? Talvez vocês possam se ajudar de alguma forma.

Pessoas de negócios no Vale do Silício (e em todo o mundo) têm reuniões especulativas todo o tempo. Eles estão efetivamente livres se você está no horário do administrador. Estes são tão comuns que há até uma linguagem distinta para propô-las: dizendo que você quer “tomar um café”, por exemplo.

Entretanto encontros especulativos são terrivelmente onerosos se você está no horário do criador. O que nos coloca em uma espécie de vínculo. Todos assumem que, como outros investidores, nós utilizamos o horário do administrador. Então eles nos introduzem para algo que pensam que nós devemos cumprir, ou nos enviam um e-mail propondo um café. Neste ponto nós temos duas opções, nenhuma delas boa: nos encontramos com eles, e perdemos metade de um dia de trabalho; ou tentamos evitar o encontro com eles, e provavelmente ofendê-los.

Até recentemente não estava claro em nossas mentes qual era a origem do problema. Nós somente presumimos que tínhamos que igualmente explodir nossos horários ou ofender as pessoas. Mas agora que percebi o que está acontecendo, talvez exista uma terceira opção: escrever algo explicando os dois tipos de horário. Talvez eventualmente, se o conflito entre o horário do administrador e o horário do criador passe a ser largamente compreendido, isto será menos do que um problema.

Aqueles de nós que estão no horário do criador estão dispostos a se comprometer. Nós sabemos que devemos ter algumas das reuniões. Tudo o que perguntamos daqueles que estão no horário do administrador é que eles compreendam o custo.

Agradecimentos

À Sam Altman, Trevor Blackwell, Paul Buchheit, Jessica Livingston, and Robert Morris por lerem rascunhos deste texto.

Veja também:


is a programmer with more than 18 years of experience in different sub areas of the internet and software industry. He is a open-source contributor and author of a few projects at Github. You can also find him on Twitter, and LinkedIn.