Wed Feb 9, 2011, 600 words, read in about 3 mins.
behaviour security windows

Como a grande maioria dos geeks de computador, eu tenho alguns amigos e familiares que são leigos na maioria dos assuntos relacionados ao dito PC e estes sempre possuem aquele medo de pegar alguma virose digital. Foi então que uma amiga me pediu uma recomendação de um bom antivírus para ela utilizar.

Como eu não sou usuário de Windows muito menos de antivírus há alguns anos e, inspirado pela vontade de escrever a explicação “definitiva” para meus amigos leigos, com o benefício de não ter que repetir a mesma resposta diversas vezes, acabei escrevendo Das dicas abaixo:

  • Mantenha o Windows sempre atualizado! Se você não pode porque está usando um Windows pirata, eu sinto muito. Apesar de haver formas de você conseguir fazer as atualizações, a chance de pegar um vírus é muito grande e é bom instalar todos os antivírus existentes no mercado com o risco de não conseguir usar o computador para mais nada.

  • Mantenha seus programas sempre em dia com suas respectivas atualizações de segurança.

  • Não confie cegamente em emails pois estes podem ter seu remetente forjado. Se receber algum email contendo seu nome e CPF, isso não significa que a fonte é confiável. Hoje em dia é possível comprar dados privados de qualquer um no mercado negro, graças à excelente segurança dos sistemas de nossos órgãos governamentais (DETRAN, Fazenda, etc).

  • Se o email faz alarde e pede que você clique em algum lugar, suspeite e em caso de suspeita, tire a dúvida com a instituição que foi forjada no e-mail. Ex.: Se você recebeu e-mail de um Banco onde você tem conta, com seu nome e CPF, sugerindo clicar em algum link, não clique. Entre em contato por telefone com o Banco para questionar a  veracidade do email. Provavelmente o banco lhe pedirá que você lhes encaminhe o email suspeito como anexo para que este possa ser analisado e utilizado em investigações de crime digital.

  • Seja mais crítico com os links que você pretende clicar. Veja o endereço do remetente (além do nome). Ex.: Atendimento Banco <[email protected]>. Notou o que está errado com este endereço? O banco não enviaria um e-mail com rementente do Hotmail.

  • Veja o real endereço para onde aponta link que você pretende clicar. Passe o mouse em cima do link e veja o endereço para onde ele aponta na barra de status do seu navegador ou software de e-mail. Senão, utilize a função “Copiar endereço do link” e cole num editor qualquer para vê-lo. Muitos tentam enganar mostrando um endereço falso para onde o link não aponta. Por exemplo: No corpo do e-mail está como “Clique aqui” ou  www.banco.com/trocadesenha e quando você passa o mouse no link vê que o endereço de destino é http://algum.site.invadido/site-falso-do-banco/atendimento/.

  • Muitos links levam navegadores à fazer downloads. Se você não esperava um download, melhor não abrir o arquivo.

  • Não instale programas de fontes desconhecidas. Se for baixar algum programa, procure baixar diretamente do site do fornecedor do programa.

  • Pirataria provavelmente é a principal fonte de problemas com programas maliciosos (vírus, trojans, etc). Se não puder evitar, é bom arrumar um bom antivírus pois até um inocente arquivo PDF pode ser malicioso.

  • Se puder, use Linux. A mudança pode ser um pouco difícil no começo, mas compensa. Para os novatos no assunto, recomendo o Ubuntu Linux. Se você tem muito dinheiro sobrando, pode arriscar comprar um Mac. Ambos sistemas não estão totalmente imunes à problemas de segurança, mas alvos bem menores de hackers do que o Windows.

Estas são minhas regrinhas básicas de segurança. Se tiver alguma sugestão, contribua nos comentários… ;-)


is a programmer with more than 18 years of experience in different sub areas of the internet and software industry. He is a open-source contributor and author of a few projects at Github. You can also find him on Twitter, and LinkedIn.